Concursos: Últimos dias para inscrições no processo seletivo do Censo Agro 2017 - Gminas TV - Gminas TV

   Terminam na próxima terça-feira (23/05) as inscrições no processo seletivo simplificado para trabalhar no Censo Agropecuário 2017. Em Minas Gerais, há 2545 vagas, distribuídas em 780 municípios, para os cargos de recenseador (1911 vagas), que exige nível fundamental de escolaridade, agente censitário municipal (112 vagas) e agente censitário supervisor (522 vagas), ambos para candidatos que tenham pelo menos nível médio de escolaridade. Os salários são de R$1600,00 para agente censitário supervisor e R$1900,00 para agente censitário municipal; por sua vez, os recenseadores recebem remuneração por produtividade, com base na quantidade de estabelecimentos agropecuários recenseados.

   As inscrições estão abertas desde o dia 24 de abril, mas, para o cargo de recenseador, há menos de cinco candidatos por vaga em 748 municípios mineiros (96% do total de localidades onde há vagas disponíveis). Já para os cargos de agente censitário, 137 dos 221 municípios nos quais existem vagas estão com baixo número de concorrentes que pagaram as inscrições – também menos de cinco por vaga.

   Para este processo seletivo, organizado pela FGV Projetos, as provas estão previstas para o dia 16 de julho. Mais informações sobre as inscrições, conteúdos das provas, vagas por município e descrição das atividades estão no edital, que pode ser acessado no seguinte link: http://fgvprojetos.fgv.br/concursos/ibgepss/2pss . Segue abaixo o cronograma dos eventos relacionados ao processo seletivo simplificado:

As operações do décimo Censo Agropecuário do IBGE começam em 01/10/2017 e têm duração prevista de cinco meses. Durante este período, os recenseadores devem visitar mais de cinco milhões de estabelecimentos agropecuários em todo o país, para levantar informações sobre área, produção, pessoal ocupado, uso de agrotóxicos, agricultura familiar, entre outros. Os primeiros resultados do Censo Agro 2017 devem começar a ser divulgados pelo IBGE em 2018.