Peça teatral "A Reforma", do dramaturgo guaranesiano Gilberto Ribeiro Alves (Tato) será encenada pelo Grupo Máscaras de Teatro e Dança, no Centro Cultural em Guaranésia - Gminas TV - Gminas TV

Atores do Grupo Máscaras no Memorial da América Latina, em SP

A peça teatral A Reforma, do dramaturgo guaranesiano Gilberto Ribeiro Alves (Tato), foi apresentada com sucesso no último domingo, 18, no Memorial da América Latina, em São Paulo. Na próxima sexta-feira, 30, o mesmo texto será encenado pelo Grupo Máscaras de Teatro e Dança, no Centro Cultural Professora Fernandina Tavares Paes, em Guaranésia.
Escrita nos anos 1960, a peça aborda com bom humor e cantoria de Folia de Reis uma história que se passa numa fazenda. Como consequência da industrialização do país naquela época, o Plano Nacional de Reforma Agrária começou a ser debatido pela sociedade. O prefeito da cidade imaginária “Piapara” levou essa proposta ao seu irmão fazendeiro latifundiário, e virou confusão.
No palco, 14 atores são dirigidos por Mauro César. O Grupo já aceitou o convite para encenar A Reforma em Belo Horizonte, ainda sem data e local definidos.
Já está confirmado o lançamento de três livros simultâneos, de autores guaranesianos, em 30 de maio, no Centro Cultural da cidade. O poeta Vivaldo do Amaral, o dramaturgo Gilberto Ribeiro Alves (Tato) e o jovem escritor João Pedro Souza registraram diferentes visões sobre a história do município, em forma de poesia, teatro e ficção. Todos eles lançam o primeiro livro.
Este ano, os três escritores participam da 25ª Bienal Internacional do Livro em São Paulo, no mês de agosto, e receberam convite para a 5ª FLIG, Feira do Livro de Guaxupé, de 02 a 07 de outubro. Este projeto literário foi promovido pela Associação Arte, Vida e Cultura da Capoeira, com patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais.

Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei nº 9.610, de 19/02/1998. Nenhuma parte deste site, sem autorização prévia por escrito dos responsáveis, poderá ser reproduzida ou transmitida sejam quais forem os meios empregados: eletrônico, mecânicos, fotográficos, gravação ou quaisquer outros.