Prefeitura recebe moradores do bairro Vila Progresso e apresenta projetos de melhorias - Gminas TV - Gminas TV

Limpeza do rio está entre as ações que serão feitas no local

 

reunião com representantes da Vila Progresso

 

Na manhã desta quinta-feira, 22 de junho, uma equipe representando os moradores do bairro Vila Progresso esteve na Prefeitura onde foi recebida pelo Secretário de Governo e Planejamento, Artur Gonçalves Filho e pelo Secretário de Obras, Eliton Pereira. Numa reunião que durou mais de 01 hora, os moradores puderam levar suas sugestões de melhorias para o bairro e também conheceram os projetos que a Prefeitura tem para o bairro.

Dentre as solicitações apresentadas pelos moradores está a limpeza do rio que passa pelo bairro e que tem causado muita preocupação a todos. O bairro Vila Progresso, existente há mais de 30 anos, tem, ao longo deste tempo, um histórico de alagamentos.

De acordo com Eliton Pereira, a Prefeitura está concluindo um estudo para a viabilidade da construção de uma barreira de contenção no local, evitando o transbordamento de água e consequentemente a inundação das casas. Além disso, já está em tramitação, uma solicitação para que a Prefeitura possa fazer o desassoreamento do rio, assim como a limpeza de sua margem.

“Estamos aqui hoje para tirar algumas dúvidas que temos em relação ao nosso bairro, especialmente ao rio que passa por lá. Nosso medo e preocupação é que novas enchentes possam acontecer. Por isso estamos buscando a Prefeitura para entender o que poderá ser feito, já que estamos vendo que estão trabalhando por lá há algum tempo”, disse uma das representantes dos moradores, Cleuza Aparecida da Silva.

Para Artur Gonçalves Filho, o principal problema é que o bairro, no passado, foi autorizado a ser construído em uma área alagadiça e hoje, com o crescimento da cidade e principalmente a impermeabilização do solo, a quantidade de água que chega ao Rio Guaxupé é enorme, o que tem faz com que o rio suba com maior facilidade e até mesmo ocorra enchentes, como aconteceu em janeiro deste ano: “Jamais o bairro poderia ter sido autorizado a ser construído naquele local. Lá tem casas que estão há 15 ou 20 metros do rio. Os moradores não tem culpa disso. Há de ressaltar que foram explorados comercialmente com as vendas de lotes com preços especiais e bastante facilitados na época. É um problema que a Prefeitura tem que assumir e para isso estamos buscando a melhor forma de solucioná-lo”.

Além da limpeza do rio que deverá ser autorizado nos próximos 30 dias pelos órgãos ambientais do Estado, a Prefeitura já construiu uma passarela, fez a iluminação e agora está entregando a Praça Haiti com campo de futebol, campo de areia, bocha, bancos e calçada. Está solicitado também junto à CEMIG o prolongamento da rede e a instalação de postes com iluminação na rua que foi recentemente asfaltada.

“Considero satisfatória essa reunião. É importante essa porta aberta na Prefeitura para que nós moradores possamos ter esse diálogo, trazer a eles nossas necessidades e conhecer os projetos que estão sendo executados e aqueles que ainda serão feitos por nós e pelo nosso bairro”, finalizou Cleuza.

Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei nº 9.610, de 19/02/1998. Nenhuma parte deste site, sem autorização prévia por escrito dos responsáveis, poderá ser reproduzida ou transmitida sejam quais forem os meios empregados: eletrônico, mecânicos, fotográficos, gravação ou quaisquer outros.