Gminas Tv estreia o quadro "Você Repórter" com o relato de um morador do bairro Parque do Convento em Guaxupé (MG) - Gminas TV - Gminas TV

Há alguns dias nossa equipe foi chamada por um morador do bairro Parque da Figueira, relatando que na rua  Manoel Machado, existe um terreno em situação de desleixo que faz fundo com sua casa.

Além do mato muito alto e da sujeira, o terreno também está sendo responsável pelo aparecimento de alguns bichos nas casas vizinhas, inclusive, a filha de três de Vagner por pouco não foi picada por uma aranha caranguejeira.

Vagner e outros vizinhos chegaram a procurar diversas vezes por um senhor, que segundo ele trabalho em uma fábrica de blocos ao lado desse terreno. Mas as tentativas foram sem sucesso… Nossa produção entrou em contato com a secretaria de comunicação do município que nos encaminhou para o departamento de vigilância em saúde, que prontamente nos atendeu e já nos deu uma resposta sobre esse caso.

De acordo com a Lei 2.228 de 1º de Novembro de 2013 que entrou em vigor em janeiro de 2014 diz em seu artigo primeiro que os proprietário, titulares de domínio útil ou possuidores a qualquer titulo de terreno ou construção, vagos ou não, são obrigados a conservar em perfeito estado de asseio seus quintais, pátios e prédios, mantendo-os limpos, roçados, drenados , livres de materiais bem como obrigados a dar a destinação final aos entulhos, resíduos vegetais e outros materiais provenientes do local.

Com 6 meses que a lei estava em vigor, 1.500 proprietários foram notificados.

Outra lei também criada pelo município permite a entrada de agentes de endemias da vigilância em saúde nos terrenos sem consentimento do proprietário, permitindo o trabalho dos agentes contra os mosquitos da dengue e possíveis epidemias causadas por acumulo de sujeira, roedores e insetos.

Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei nº 9.610, de 19/02/1998. Nenhuma parte deste site, sem autorização prévia por escrito dos responsáveis, poderá ser reproduzida ou transmitida sejam quais forem os meios empregados: eletrônico, mecânicos, fotográficos, gravação ou quaisquer outros.